Quem vem lá?

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Será uma jiboia?


- Ooooiiii Mazinhaaaaa!!!!
Menino do bafo horrível
Falar perto de ti é impossível
Não queira me contar os seus segredos
Quando me chama pra perto eu tenho medo

Ainda bem que ouvido não sente cheiro
Sai pra lá com essa boca de bueiro
Meu bem, acho que chupaste um pano sujo
Sai pra lá com esse bafo de caramujo

Pior é que és simpático e gracioso
Quando te vejo lembro de ti o dia todo
Mas não é porque fico feliz
É esse cheiro que não sai do meu nariz

Deus do céu, mas que catiça!
É cheetos bolinha com cocô e carniça
Pensas que sou tímida, mas estou prendendo a respiração
Estou em São Bernardo, mas me sinto em Cubatão

5 comentários:

Vida de Joanninha disse...

Ai Marina, tu é mesmo arretada!
Inspiração!!!!

Talita disse...

huahahahaha
huahahahaha
Marina, como vc é besta!!!!
Até imagino a moçoila rindo sozinha escrevendo essas bobagens!
Ah que falta me faz conviver com suas "groselhadas"!
Vc é muito esculhambada Má, pelamor! hahahah

Camilla Aloyá disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
muito bom!
eu já conheci um desses, o apelidamos carinhosamente de "bafo químico" e os beijos que ele dava para nos cumprimentar com sua saliva química deixava uma mistura de fedor e grude na bochecha, tirando que aquela parte do rosto não era mais utilizavel até o próximo banho.

Carol disse...

KKKKKKKKKK
Ai Mazinha,isso é pura poesia hein!
Fui vendo a sequencia dos textos. Aquele dípares espelhos, que é muito forte, uma música do Chico, outro alegre, otimista, e agora um poema pra algum bafudo. KKKK Má, isso tudo é muito você. Ainda bem que te conheço, senão morreria de vontade.
Amei.
Beijokas

Suelen Bastos disse...

"Ainda bem que te conheço, senão morreria de vontade"-Carol

hahahhahahaa
eu morro de vontade, rsrsrs
ameei morri de rir, minha nossa.
é muita criatividadee bom humor, hahahahhhaha, uma verdadeira artisa :P